Notícias


ACIPG alcança 95% em diagnóstico da FACIAP

08/04/2014


Compartilhe

 

            Processos internos, clientes, finanças, recursos humanos, desenvolvimento local, cultura associativista e prestação de serviços. Estas são as áreas analisadas pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (FACIAP) em seu diagnóstico - Programa Capacitar - que mede o grau de desenvolvimento das Associações Comercias e Empresariais (ACEs) no Estado.

            “A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) tem demonstrado melhorias a cada ano. Nos dois últimos, a entidade conseguiu melhorar a pontuação no diagnóstico. Em 2012, foram 82% de aprovação e em 2013, 95%”, destaca o presidente da FACIAP, Rainer Zielasko.

A meta da gestão 2012-2014 - “União de forças para uma cidade forte!” – Ponta Grossa em Ação- era 90%, índice que consta no Plano de Voo II da entidade, apresentado em abril de 2012, início da gestão. Sob a presidência do empresário Sérgio Leopoldo e do vice-presidente Nilton Fior, a gestão ainda contou com mais de 20 diretores, empresários de diversos segmentos, que uniram forças para trazer soluções empresariais e melhorias em diversas áreas para a cidade de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais.

 

 

            A atual gestão iniciou seus trabalhos com a entidade em 82% de acordo com o diagnóstico de 2012. A gestão passada 2010-2012 havia iniciado os trabalhos com 74%, em 2011. No último diagnóstico, emitido no início de 2014, os pontos em destaque da ACIPG são planejamento estratégico, tático e financeiro, parcerias institucionais e financeiras, RH estruturado, contato com o associado através de ações como a Revista ACIPG em Ação, SOA, Newsletter eletrônica, ouvidoria, pesquisas e ACE superavitária.

“Tínhamos 29 objetivos estratégicos que se desdobravam em 130 ações a serem executadas nos dois anos de gestão. Acredito que a gestão foi produtiva, com destaques em ações internas e externas. Realizamos grandes parcerias, campanhas e aproximamos a entidade do poder público, uma das metas do Plano de Voo II”, comenta Sérgio Leopoldo, presidente da ACIPG.

 Leopoldo ressalta que todos foram determinantes para a conquista dos índices do Programa Capacitar e nas melhorias para a cidade e região. “Cada diretor, gerente, colaborador e associado que acreditou na proposta do Plano de Voo II somou forças com a presidência para colocar em prática as propostas apresentadas”, comenta.

Ações realizadas pela ACIPG contribuíram para o desenvolvimento de Ponta Grossa e região dos Campos Gerais nesses dois anos de gestão. A entidade entregou considerações do Plano Diretor à Câmara de Vereadores, realizou audiência pública e plenária com a Sanepar para discutir o fornecimento de água na cidade e apresentação do plano de contingência da Companhia de Saneamento do Paraná, trabalhou com propostas de revitalização do Aeroporto Sant´Anna, melhorias no distrito industrial e participou de inúmeras reuniões para trazer melhorias à segurança pública, reivindicando melhorias no Presídio Hildebrando de Souza, construção da Casa de Custódia e capacitação de egressos. A ACIPG também fez intermediação entre empresários das ruas Balduíno Taques e Fernandes Pinheiro com a Prefeitura Municipal para discussão das obras de revitalização e pavimentação, além de sempre estar disponível aos associados através do campo ouvidoria no site da entidade.

“A ACIPG está sempre à disposição para colaborar com a cidade. Uma das funções da entidade é promover o diálogo da classe empresarial com órgãos públicos e colaborar com o desenvolvimento de Ponta Grossa. Em nosso site temos o link de ouvidoria, um espaço de comunicação com o associado e a sociedade, que podem participar com sugestões e críticas”, destaca Leopoldo.

Ações internas também foram destaque. A entidade adotou nova plataforma de crédito do SPC, implantou a certificação digital sendo, atualmente, a primeira associação do Estado em emissões, ampliou e fortaleceu os produtos e serviços oferecidos, instalou o programa 5S em busca da ISO 9001, lançou o programa ACIPG Estágios e desenvolveu o Projeto ACIPG Sustentável, o qual foi premiado na categoria público interno pela FACIAP. Também buscou apoio junto à Federação para assinatura da petição eletrônica contra a PEC 37, além de difundir a campanha ‘Eleições Limpas’.

Campanhas como ‘Limpe seu nome’, que colaborou com a reativação do crédito, oferecendo ao comércio recuperação do saldo de inadimplência, ‘ACIPG nos Bairros    ‘ que descentralizou a entidade, levando a mesma aos bairros da cidade, com seus produtos e serviços, Programa Empreender, campanhas de responsabilidade social como do Agasalho e Natal sem Fome, campanha ‘Ponta Grossa: Comércio Forte, Cidade Forte’ e ‘Em cada gesto de amor fraterno nasce Jesus: é Natal’ também foram importantes iniciativas da entidade, além da decoração natalina, realizada em conjunto com Prefeitura Municipal e empresas parceiras.

Fórum pró-Desenvolvimento Regional, Seminário de Crédito, Prêmio Mérito Empresarial, Programa Bom Negócio, desenvolvimento de cursos de interesse dos associado, Redesim e análise semanal da balança comercial de Ponta Grossa também foram importantes realizações que a ACIPG fomentou e apoiou.

            Durante a gestão a ACIPG também foram realizadas várias reuniões para estudar o projeto da nova sede da entidade que será construída no terreno do bairro da Ronda. “Durante a gestão economizamos para deixar dinheiro em caixa para o início da construção da nova sede. Pensamos em algo para os associados, colaboradores e sociedade. Um lugar amplo, com estacionamento e serviços que venham agregar com a vida da população, fortalecendo e desenvolvendo ainda mais a entidade e a cidade”, destaca Leopoldo.

 

 

Parcerias

A entidade firmou parcerias com Caixa Econômica Federal, Sicredi, Sicoob, BRDE, Uniprime e Unicredi, ampliando as opções de serviços aos associados.

Também reafirmou parceria com importantes movimentos e conselhos da cidade, como o Conselho de Entidades, em que trabalhou com a Agenda 20-12 e encontro com candidatos a prefeito de Ponta Grossa, e com o Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), em que, constantemente, participou de reuniões sobre segurança pública cobrando melhorias na área, como mais câmeras de segurança nos bairros.

A ACIPG é ativa em movimentos como Campos Gerais de Igual para Igual (MCG), Combate à corrupção eleitoral (MCCE), Observatório Social (OSPG), Conselhos da Comunidade e Câmaras Técnicas do Meio Ambiente e Indústria.

A entidade também atua em parceria com a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) para patentes e novas tecnologias e tem ações de desenvolvimento nas áreas de fomento e capacitação profissional com UTFPR Cescage, Secal, Santana, União, Sagrada, Sebrae e Fiep.

“Tivemos ações e campanhas nas mais de 20 pastas que compõem a diretoria. Várias reuniões aconteceram todo mês com secretários municipais e estaduais para levarmos as reivindicações dos associados, pois entre os objetivos da ACIPG está o de desenvolver as empresas da região, representando os empresários e trazendo melhorias ao setor”, destaca Leopoldo.

 

 

ACIPG em Números

            A ACIPG teve crescimento do resultado operacional. As receitas conseguiram crescer 12% através da implantação de novos serviços para os associados e praticamente manteve o índice de despesas equilibrado. Na gestão, novos serviços também foram importantes para a entidade e seus associados. “Tivemos a implantação do Certificado Digital, Unimed Seguros, parcerias financeiras com bancos e cooperativas, ACIPG Estágios e melhorias nos serviços que já existiam”, comenta Leopoldo.

            O presidente destaca que a redução de despesas foi implantada em todos os setores. “É importante destacar a evolução dos resultados financeiros da entidade. Em 2013, obtivemos o melhor resultado da história da ACIPG, com aumento de 114% comparado a 2012 e de 27% comparado a 2011, que até então, era o ano com melhor desempenho financeiro da entidade”.

            Durante os últimos anos a ACIPG tem usado todos os resultados alcançados para saldar os investimentos feitos na sede atual com a compra e reforma e parte destes valores é aplicada para o investimento na futura sede no terreno da Ronda.

            Para Leopoldo, o crescimento de uma empresa ou entidade em sua rentabilidade só é possível se for trabalhado a gestão de pessoas e satisfação dos seus clientes. “A ACIPG realizou 2.672 horas de capacitação para os seus colaboradores, buscando aperfeiçoar o atendimento aos associados”.

            Ao término da atual gestão, a entidade faz um balanço positivo, com ótimos resultados financeiros, institucionais e ainda com uma equipe qualificada para atender o associado ACIPG.

 





Leia Mais Notícias