Notícias


Conseg lança campanha para conseguir materiais de monitoramento ao Cadeião

27/11/2013


Compartilhe

O Conselho Comunitário de Segurança de Ponta Grossa (Conseg) lança campanha para conseguir, junto a empresários locais, verba para compra de materiais de monitoramento ao Presídio Hildebrando de Souza. O presidente do Conseg, Henrique Henneberg, explica que as doações podem ser feitas ao Conselho que realizará a compra dos materiais. “Fizemos orçamento com base na lista de materiais repassados pela diretoria do Presídio e chegamos ao valor de R$ 26 mil. Essa campanha vem reforçar o apoio que o Conseg presta à sociedade e à diretoria do Cadeião, oportunizando investimento em segurança no local já que os materiais de que necessitam são câmeras, conectores, tubulações e monitores”.

Em 23 de agosto, o Conselho realizou visita ao local com o objetivo de analisar as necessidades físicas do prédio. "Na ocasião, observamos as reformas feitas com parcela dos recursos do Conseg, objetivando dar segurança aos agentes carcerários no remanejamento dos presos. Notamos que iluminação e monitoramento são melhorias que ainda precisam ser feitas. O Estado não faz a Casa de Custódia que tanto é reivindicada, portanto, o Conseg precisa colaborar com a segurança pública”, ressalta Henneberg.

            O diretor do Cadeião, Bruno Propst, comenta a atuação do Conselho. “É muito importante manter essa parceria com o Conseg e queremos nos aproximar ainda mais. Os materiais solicitados irão nos ajudar no dia a dia da segurança, aumentando o monitoramento”, destaca.

 

Conseg realiza segundo bazar no ano

            Em dezembro, nos dias 13 (das 8h às 20h) e 14 (das 8h às 14h) o Conselho Comunitário de Segurança de Ponta Grossa (Conseg) realiza o segundo bazar de importados do ano. A estrutura será montada na Avenida Monteiro Lobato, 1661, no Jardim Carvalho. Entre os materiais à venda, repassados pela Receita Federal ao Conseg para a ação, estão artigos eletrônicos, games, informática, perfumes, roupas, brinquedos, ferramentas, som automotivo, entre outros produtos.

 “O valor arrecadado será aplicado nas instituições de Segurança Pública de nossa cidade,  como a Denarc - Divisão Estadual de Narcóticos de Ponta Grossa, conforme projeto apresentado perante autoridades fazendárias”, explica o presidente do Conseg, Henrique Henneberg.

 

As mercadorias somente serão repassadas a pessoas físicas devidamente identificadas e não poderão ser transferidas a terceiros.

            Em maio, o Conseg também realizou o bazar de importados. Através da venda dos materiais doados pela Receita Federal o bazar conseguiu aproximadamente R$ 88 mil reais que foram destinados à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros.

Jornalista: Thaís Helena Ferreira Neto Oliveira

MTB: 6868

 





Leia Mais Notícias