Notícias


PMAI apresenta perfil socioeconômico de PG

11/12/2017


Compartilhe

A Diretoria da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) recebeu nesta segunda-feira (11), o secretário Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonare e os responsáveis pela execução do Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), contratado pela parceria entre a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) e a Prefeitura, em maio deste ano. No encontro, foram entregues os dados com o estudo socioeconômico da primeira fase do Programa, que traça um perfil do município.

O PMAI é um projeto contratado pela Prefeitura Municipal em parceria com a ACIPG que deverá traçar metas de criação de estratégias de marketing para o município e desenvolvimento de ações de prospecção de investimentos. Agora, com a entrega do relatório de análise do ambiente de negócios de Ponta Grossa, o próximo encontro deverá debater as informações apresentadas e começar a traçar soluções e ideias de como promover o desenvolvimento econômico ordenado a partir das bases já consolidadas na cidade.

Jean Alberini, gerente de Desenvolvimento Econômico da Agência Paraná de Desenvolvimento (APD), relatou que o trabalho realizado até o momento foi solitário. Porém, esta nova etapa que está prevista para o início de 2018 será interativa com a prefeitura, mas sempre em conjunto com a ACIPG, entre outras entidades. Ele adianta que os dados entregues servirão de guia para analisar os indicadores e com base neles, desenvolver projeto. “Esta fase representa 30% do trabalho. Agora, o um grupo técnico e pequeno irão estudar este material, após a realização de oficinas de acordo com uma metodologia do Banco Mundial para então levar as discussões para um grupo maior em um segundo momento. As respostas encontradas transformarão em projetos práticos para o Poder Executivo”, disse Alberini, salientando que a preocupação é que este trabalho não se torne apenas uma consultoria, trazendo o resultado pretendido.

O secretário Municipal de Indústria e Comercio, Paulo Carbonare, comentou que Ponta Grossa nunca criou ambiente para essa transformação e o PMAI foi contratado com a intenção de iniciar este processo. Ele comentou que a prefeitura já planeja criar o Centro de Inovação e convidar grandes indústrias, empresas e as universidades. “As universidades estão muito fechadas e com isso também os ambientes de inovação. O intuito do PMAI é trazer a sociedade para as decisões e planejar quais os caminhos a seguir para o futuro”, disse Carbonare.

O presidente da ACIPG, Douglas Fanchin Taques Fonseca comentou que tanto ele como outros diretores, de posse dos resultados do PMAI, irão nos próximos dias estudar de maneira aprofundada o documento. Além disso, designou para representar a instituição nesta nova etapa, o diretor de Assuntos Econômicos, Cesar Tozetto.  





Leia Mais Notícias