Notícias


Associação de Construtores e Senai estudam parceria

27/10/2017


Compartilhe

A Associação Paranaense dos Construtores (ACP), oriunda do Núcleo de Construtores de Ponta Grossa, do Programa Empreender, da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) visitou na última quinta-feira (26), o Instituto de Senai de Tecnologia em Construção Civil (IST). Além de entender o funcionamento, os construtores e o IST já estudam parcerias para ampliar a garantia de qualidade aos serviços das empresas associadas.

O IST, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), promove soluções tecnológicas sustentáveis e desenvolve e avalia a eficiência técnica e econômica de novos materiais e tecnologias aplicadas nas edificações, assegurando mais qualidade e segurança dos sistemas construtivos. As soluções incluem consultorias tecnológicas, serviços metrológicos e projetos de inovação tecnológica nas indústrias.

De acordo com Robson Gravena, gerente Senai em Ponta Grossa, o IST conta com a estrutura principal e o laboratório central na Unidade do SENAI em Ponta Grossa e mais três laboratórios avançados nas cidades de Maringá, Cascavel e Pato Branco, que funcionam como uma extensão do IST no atendimento às empresas. O IST opera desde 2013 e atualmente são atendidas aproximadamente 200 empresas da cadeia da construção civil em todas as regiões do Paraná e inclusive em outros Estados. “O IST de Construção Civil do SENAI em Ponta Grossa conta com equipamentos de ponta como fluorescência e difração de raio-x, além de equipamentos para atendimento à Norma de Desempenho (NBR 15.575), posicionando-se como referência no atendimento ao setor da construção civil no Paraná”, comenta o gerente.

O presidente da ACP, Gabriel Stallbaum, conta que o IST trabalha no atendimento a certificações, norma de desempenho, análise e desenvolvimento de materiais e processos construtivos são algumas das atividades desenvolvidas pelos laboratórios, que estão equipados para realizar ensaios em várias áreas. “Por exemplo, o Instituto analisa amostras de concreto e seus níveis de resistência, garantindo a qualidade e segurança da obra. Outro serviço muito interessante seria a implantação da tecnologia BIM, onde seriam integradas todas as disciplinas de um projeto construtivo, como projetos estrutural, hidráulico e elétrico, etc. Evitando problemas no andamento da construção. Estes serviços podem ser viabilizados, inclusive para pequenas e médias construtoras, através de uma parceria com o IST que conta com equipe técnica capacitada e em 2018 contará também com laboratório em BIM para esse atendimento”, disse.

Stallbaum comenta ainda que a visita já rendeu o estudo de possibilidades de parceria. Segundo ele, foi conversado sobre a elaboração do manual de uso e conservação do imóvel, que pode ser criado pelo IST para ser entregue ao futuro morador da residência construída. Para o presidente da APC, esse manual poderá ser disponibilizado aos associados para que estes entreguem aos seus clientes. “Este documento auxilia o morador com relação aos cuidados do imóvel e pode resguardar o construtor sobre algum passivo futuro”, disse o presidente da APC.

A APC criada no mês de agosto deste ano, conta atualmente com 33 empresas associadas. Já o NCPG foi criado em fevereiro conta com 30 empresas associadas.  





Leia Mais Notícias