Notícias


Ministério revoga fechamento de escritório do em PG

05/10/2017


Compartilhe

Foi assinada na tarde desta quarta-feira (4), em Brasília, pelo ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Roberto Novacki a revogação da portaria que extinguia a Unidade Técnica Regional de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Utra) do município de Ponta Grossa e que passava as funções e os servidores para a unidade de Castro. Para a ACIPG, pela importância da Utra na região, a revogação da portaria foi uma grande conquista ocasionada pelo deputado federal Sandro Alex (PSD) junto ao Ministério.

A situação gerou um clima de disputa, considerando que a portaria publicada no Diário Oficial do dia 19 de julho de 2017, já revogava uma anterior, publicada em 10 de maio de 2017, que encerrava as atividades de Castro e passava as responsabilidades daquela unidade para Ponta Grossa. “Infelizmente ambas as portarias geraram um impasse na região, pela importância das Utras nestes municípios”, disse Sandro Alex.

De acordo com o deputado, a extinção da Unidade aconteceria por uma questão de contensão de gastos por parte do Governo Federal. “Conseguimos demonstrar ao ministro Maggi que a extinção da Utra em Ponta Grossa, ou em Castro, não geraria economia suficiente, comparado com o prejuízo no atendimento para qualquer um dos municípios em que a Unidade fosse fechada. Por isso, considerando a força da produção no setor, lutamos para que fossem mantidas em ambas as cidades e ficamos muito satisfeitos com o resultado”, comentou.

Em junho, o servidor do Ministério em Ponta Grossa, Lucio Flavio Juliatto, procurou a ACIPG para pedir apoio contra a decisão do fechamento. “A maior produtora de sementes do Paraná está em Ponta Grossa, existem muitos grandes produtores aqui e a chance de ocorrências que precisem de fiscalização aqui é muito maior que em Castro, não tem lógica essa decisão”, disse à época.

O presidente da ACIPG, Douglas Fanchin Taques Fonseca, por reconhecer o esforço do deputado Sandro Alex e em nome da instituição agradece o comprometimento do parlamentar. “A ação foi rápida e tivemos um resultado positivo para os Campos Gerais. Foi fundamental sua intervenção em defesa do escritório do Ministério no município, pois Ponta Grossa é um polo agrícola regional, o que por si só justifica o atendimento. Ainda, como muita competência, além de manter em Ponta Grossa, garantiu a manutenção do escritório de Castro”, finaliza Fonseca.





Leia Mais Notícias