Notícias


Manifesto em prol da segurança pública de Ponta Grossa e Região

16/06/2017


Compartilhe

As entidades abaixo nominadas manifestam seu descontentamento e indignação com relação à mudança nas chefias do 4º Comando Regional e do 1º Batalhão da Polícia Militar de Ponta Grossa. Isso porque a transferência dos oficiais tenente-coronel Edmauro de Oliveira e do coronel João Jorge dos Santos Junior, representa uma insegurança muito grande com relação à condução das atividades da Polícia Militar em Ponta Grossa e região, uma vez que o trabalho ora desempenhado pelos oficiais é muito bem visto por todas as entidades e pela própria população ponta-grossense.

Os oficiais acima mencionados são cidadãos de Ponta Grossa, têm suas famílias morando em nossa cidade e por isso sabem muito bem os problemas que precisam de solução. Eles conhecem a realidade do município e sentem, por suas famílias, o mesmo medo que cada um dos demais ponta-grossenses. Não queremos aqui pessoas que vêm de fora apenas para cumprir tabela e contabilizar nosso município como mais um posto em sua carreira.

Reiteramos que não estamos fazendo julgamento prévio ou acusando este ou aquele oficial que porventura venha a conduzir os trabalhos em Ponta Grossa, muito pelo contrário. Apenas reforçamos nosso reconhecimento pela conduta dos oficiais que foram retirados de Ponta Grossa e que prestam um serviço honesto e comprometido com os pedidos da comunidade. Eles fazem o melhor com os poucos recursos que o Estado disponibiliza – motivo pelo qual a Associação Comercial,  junto com o  Conselho Comunitário de Segurança, seu braço forte em relação ao assunto, disponibilizaram a compra de seis motocicletas, três fuzis, conserto de viaturas, realização de obra civil no presídio Hildebrando de Souza visando separar a galeria feminina da masculina, obras nas instalações elétricas e hidráulicas na 13ª regional de Ponta Grossa e compra de equipamento telefônico para o DENARC.

Dessa forma pedimos novamente pela intercessão de nossos deputados estaduais Márcio Pauliki, Plauto Miró e Péricles de Mello, pois acreditamos que sua força e competência junto ao Comando Geral são importantes para conseguirmos cancelar essa decisão, que não tem justificativa plausível e defensável. Há um ditado que diz que “não se mexe em time que está ganhando” e é isso que acreditamos que deveria ser levado em consideração pelo Comando Geral da Polícia Militar do Paraná.

Da mesma forma, queremos saber: se infelizmente a decisão for mantida, de quem será a responsabilidade caso a segurança pública de Ponta Grossa apresente índices insustentáveis? Quem assumirá a culpa por uma falha na gestão de um setor que afeta diariamente a vida dos mais de 340 mil habitantes? Para quem nós, as instituições representantes dessa população, iremos fazer a cobrança por essa decisão precipitada – feita sem a consulta das entidades locais – e, ao nosso ver, injustificada.

Esperamos que esse apelo público sensibilize as lideranças da Polícia Militar do Paraná para que a decisão da remoção dos policiais Edmauro de Oliveira e João Jorge dos Santos Junior seja revista.

Assinam:

Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), Associação Paranaense de Supermercados (APRAS), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB - Subseção Ponta Grossa), Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Ponta Grossa (SINDIPONTA), Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Conselho Comunitário de Segurança de Ponta Grossa (CONSEG), Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios de Ponta Grossa (SINDIREPA), Sindicato das Indústrias de Serrarias, Carpintarias e Tanoarias e de Marcenarias de Ponta Grossa (SINDIMADEIRA), Sindicato do Comércio Varejista de Ponta Grossa (SINDILOJAS), Sindicato Rural de Ponta Grossa, Sociedade Rural dos Campos Gerais, Sindicato das Escolas Particulares de Ponta Grossa (SINEPE), Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas de Ponta Grossa (SESCAP), Conselho Empresarial da Mulher Executiva de Ponta Grossa (CEME), Conselho do Jovem Empresário de Ponta Grossa (CONJOVE), Sindicato da Panificação e Confeitaria dos Campos Gerais (SINDPAN), Associação dos Engenheiros Agrônomos dos Campos Gerais (AEACG), Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Ponta Grossa (SINDIMETAL), Sindicato da Indústria da Extração de Minerais Não Metálicos do Estado do Paraná (SINDIMINERAIS), Núcleo de Alimentação para Eventos (NAPES), Núcleo dos Construtores de Ponta Grossa (NCPG), Núcleos de Empreendedores de Venda Direta, Beleza e Bem Estar (NEVDBBE), Núcleo Setorial de Modas (NSM) e Núcleo dos Representantes Comerciais dos Campos Gerais (NSRCG). 





Leia Mais Notícias