Notícias


Conseg e Observatório Social participaram de reunião da ACIPG

07/06/2017


Compartilhe

A reunião dos diretores da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) da última segunda-feira (5) contou com a presença de representantes do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), Jane M. C. Villaca, e do Observatório Social de Ponta Grossa, Joarez Martins.

Ambos participaram a convite do presidente, Douglas Taques Fonseca, que solicitou a presença das entidades para que acompanhassem a apresentação dos resultados da visita técnica feita por diretores da ACIPG à Maringá, na última sexta-feira (2). Na viagem, os diretores puderam conhecer a estrutura e os trabalhos do Conselho de Segurança e do Observatório daquela cidade, trazendo ideias e sugestões para as entidades locais.

Durante sua fala, Joarez tratou da importância de trabalhos como o do Observatório, que monitora as compras do município, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, agindo preventivamente no controle dos gastos públicos. “Estamos aqui para ajudar, o trabalho é muito importante para a economia de dinheiro público. Agora estamos com um projeto também para o controle do uso de veículos oficiais”, explicou.

Segundo ele, Ponta Grossa conta com uma estrutura razoável para a operação, mas que precisa de investimento em equipamentos e de mais profissionais voluntários para melhorar as atividades. “Temos hoje três funcionários e 30 estagiários prontos para começar a trabalhar, só precisamos dos computadores. E sempre temos vagas para contadores, advogados e pessoas com experiência na área que possam colaborar de forma voluntária com esse trabalho de fiscalização do dinheiro público”, disse. O presidente da ACIPG lembrou que o Observatório desempenha um papel fundamental na transparência e cuidado dos recursos e colocou a entidade à disposição para o apoio. “Vocês são a menina dos olhos da ACIPG. O que pudermos fazer para ajudar nesse combate à corrupção nós faremos”, comentou.

Já a presidente do Conselho Comunitário de Segurança, Jane Villaca, contou algumas das conquistas que o Conseg tem feito para a área no município, como a construção do anexo na Cadeia Pública Hildebrando de Souza, que servirá para abrigar as detentas do local. Jane também citou a aquisição de equipamentos e armas que foram entregues às forças de segurança de Ponta Grossa. A ACIPG se dispôs a ajudar o Conselho a buscar mais formas de obtenção de recursos, usando para isso o exemplo de Maringá, que consegue destinar recursos de multas e valores arrecadados pelo judiciário. “Seria uma redenção para o Conseg, que teria muitos recursos para investir na cidade”, apontou o diretor de Relações Públicas da ACIPG, Nilton Fior, que participou da visita e fez a apresentação do case de Maringá. 

Para Douglas, tanto Observatório quanto Conseg são órgãos essenciais à sociedade, o que indica que o Poder Público está deixando a desejar na sua função gestora. “Se o Estado cumprisse o seu dever não precisaríamos de entidades como essas. Mas infelizmente elas são necessárias. Ainda bem que temos pessoas qualificadas e dedicadas exercendo essas funções em Ponta Grossa”.

Ambas as instituições desenvolvem suas atividades na sede da ACIPG e o Observatório Social deve participar de nova reunião em breve, quando será apresentado o resultado das ações do quadrimestre, incluindo uma avaliação dos trabalhos dos vereadores do município. “Vamos atribuir uma nota com base em critérios que vão apontar quem está a serviço da população”, finalizou Joarez. 





Leia Mais Notícias